Dicas de Flores
Voltar
Botão-de-ouro
Nome Científico: Wisteria sp
Sinonímia: Glycine sp, Kraunhia sp
Nome Popular: Glicínia, wistéria-japonesa, wistéria-chinesa
Família: Fabaceae
Divisão: Angiospermae
Origem: China e Japão
Ciclo de Vida: Perene
A glicínia é uma trepadeira volúvel, lenhosa e decídua, de florescimento muito decorativo. Suas folhas são pinadas, alternas e compostas por 9 a 19 folíolos, de coloração avermelhada e pubescentes quando novas, tornando-se glabras e verde-brilhantes com o tempo. As inflorescências são longas, pendulares e carregadas de numerosas flores azuis, róseas, brancas ou roxas.
Das espécies de Glicínias, as mais freqüentes no paisagismo são a Wisteria floribunda, nativa do Japão e a Wisteria sinensis, nativa da China. A espécie chinesa apresenta inflorescências mais curtas, porém mais numerosas que as espécie japonesa. Os frutos são vagens compridas e marrons com sementes de 1 cm. Ocorrem também variedades de porte diferente e de folhas variegadas.
Seu crescimento é lento a moderado e pode levar anos para que se torne adulta e inicie o florescimento, porém é muito longeva, vivendo até 100 anos. É muito adequada para cobrir arcos, pérgulas, portões e caramanchões conferindo um ar romântico e nobre à paisagem. Por ser vigorosa não é indicada para estruturas de apoio frágeis. Também pode ser conduzida como arvoreta, que caracteriza-se por um tronco ondulado e uma copa aplainada. É comumente utilizada para o plantio em vasos e formação de bonsai. A época de florescimento varia de acordo com o clima e a região onde está estabelecida.
Devem ser cultivadas sob pleno sol, em solo fértil, rico em matéria orgânica e com regas regulares. Necessita tutoramento, adubação e podas anuais. Aprecia o frio, sendo indicada para locais de clima subtropical ou mediterrâneo. Em regiões quentes pode ser cultivada sem problemas, mas não terá o mesmo desempenho.
Já em regiões de clima temperado, pode sofrer com as geadas adiantadas durante o período de formação das flores. Vegeta sob a sombra parcial, mas com florescimentos menores ou ausentes. Cuidado, a glicínia é uma planta tóxica e deve ficar fora do alcance de crianças pequenas e animais domésticos. Multiplica-se por estaquia e por sementes.
02/08/10 : 20:36

Botão-de-ouro
Nome Científico: Unxia kubitzkii
Nome Popular: Botão-de-ouro
Família: Asteraceae
Divisão: Angiospermae
Origem: Brasil
Ciclo de Vida: Perene
Da mesma família das margaridas, o botão-de-ouro é uma florífera perene, nativa do Brasil. Sua folhagem é muito bela e compacta, com folhas de coloração verde-clara e margens denteadas. As inflorescências são do tipo capítulo, solitárias, pequenas, axilares, com corola e centro de coloração amarelo-ouro. A floração se extende durante o ano todo, mas é mais abundante na primavera e verão. O porte do botão-de-ouro é pequeno, cerca de 40 cm de altura, o que o torna apropriado para a formação de bordaduras, canteiros e maciços. Pode ser cultivado em vasos e jardineiras também, conferindo graça e beleza campestre ao jardim. É uma planta muito rústica, resistente às doenças.
Devem ser cultivados sob sol pleno, em solo fértil, leve e enriquecido com matéria orgânica, com regas regulares. Adubações semestrais com NPK ou fertilizantes orgânicos garantem uma intensa floração. Planta tipicamente tropical, não é tolerante ao frio e às geadas. Multiplica-se por estaquia e por sementes.
02/08/10 : 20:11

Primeira Página - 1 - 2 - 3 - Última Página
Parceiros
Busca Rápida
Flores
Ervas Medicinais
Jardim de Inverno
Temperos de Hortas
Previsão do Tempo
Visitas

Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/jardimsv/public_html/restrito/contador.php on line 15

Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/jardimsv/public_html/restrito/contador.php on line 15
188499

Desenvolvido por DebugWeb - ©2010 - Todos os direitos reservados. [ restrito ]